Notícias

Amazon recebe luz verde para voar

A gigante Amazon conseguiu finalmente obter aprovação para testar o seu programa comercial de drones. Os orgãos federais deram a Amazon uma luz verde para começar os testes de drones, mas provavelmente levará anos até que a entrega de pacotes voadores seja possível.

A Administração Federal de Aviação Americana deu permissão a Amazon na quinta-feira para realizar voos teste de seus drones ao ar livre, desde que a empresa obedeça uma série de regras como voar abaixo de 400 pés, e somente voar durante o dia.

Porém, a Amazon tem muito a percorrer antes que sua visão de serviço de entrega por drones seja realizada, pois os drones da empresa terão que ser operados por um piloto com um certificado para voar uma aeronave tripulada privada. Originalmente, a Amazon queria que seu serviço de drone-delivery, que ela chama de Amazon Prime Air, fosse autônomo, composto por frotas de drones zumbindo muito além da visão dos armazéns de estoque.

Enquanto o F.A.A. anunciou planos para permitir usos mais comerciais de drones tripulados em céus americanos, não disse quando vai permitir o uso de drones autônomos por empresas como a Amazon. A principal preocupação do órgão é garantir que drones possam ser operados com segurança.