Dicas

3 lições que aprendemos com vídeos de Drones

Ainda que os novos drones zumbindo sobre nossas cabeças tenham a capacidade de melhorar nossa vida, a realidade de qualquer tecnologia emergente é que, mais cedo ou mais tarde, alguém vai causar danos através de imprudência ou ignorância. Como você, futuro piloto de drone, pode evitar isso? É só aprender com os erros mostrados nesses vídeos.

1. Não ignore seus níveis de bateria

Drones receberam grandes avanços na tecnologia de controle remoto. Mas a vida útil da bateria continua a ser o Santo Graal que os fabricantes perseguem constantemente.
A maioria dos drones oferecem no máximo 30 minutos de tempo de vôo, então se você quiser evitar a perda de centenas, talvez milhares de reais que representam o seu amado drone, fique de olho na vida da bateria.
Que seja na forma de luzes LED ou um aplicativo para o seu smartphone, a maioria dos drones têm algum tipo de indicador que informa, em tempo real, exatamente o quanto de bateria você ainda tem.

Se você é uma pessoa distraída como esse cara, compre um drone que tenha uma função de retorno automático uma vez que a bateria atinja um nível baixo. Em outras palavras, considere a compra de um drone que pode pensar por você, já que seu cérebro não é confiável.

Caso contrário você vai acabar no noticiário local como este pobre piloto que, depois de voar com seu DJI Phantom 2, teve que mergulhar em um lago para recuperá-lo.

 2. Cuidado com pessoas perto do drone

Voar um drone pode ser uma grande porta de entrada para um novo tipo de carreira (como filmagem aérea de eventos, TV, reportagem, casamentos, etc). Mas antes certifique-se de que você tem as habilidades necessárias para operar um VANT em uma multidão antes de fazer sua “estréia no horário nobre.”

Para o estudo de caso aqui, voltamos para o YouTube com WeddingMan123 que, em 2013, estava treinando para filmar um casamento de um amigo. Durante a prática para a filmagem do vídeo real, WeddingMan123 relata: “Eu trouxe ele [meu drone] para fazer outro voo para certificar que a cena era boa. Eu subestimei o tempo de pegar altura e ele bateu na cara do noivo. Ele tinha um corte no rosto e ao lado de sua cabeça. Eu me senti horrível. ”

Embora o noivo tenha ficado bem e o casamento ocorrido sem mais ataques aéreos, o conto de Weddingman123 é um alerta. Antes de voar sobre multidões, verifique se você tem as habilidades necessárias para evitar sair por aí atropelando pessoas com seu drone.

 3. Não assuma que todo mundo goste de drones que nem você

Se você planeja filmar em um espaço público ou em um evento, O bom-senso diz que você deve informar os organizadores do evento para que eles possam, por sua vez, deixar os participantes conscientes.

Por exemplo, isso é o que acontece quando você começa a voar em um concerto de rock sem avisar ninguém:

Pronto, agora você aprendeu com os erros dos outros. Voe com responsabilidade!

  • Dvorak

    O legal é que no primeiro vídeo o cara fica na dúvida se pega a canoa ou vai nadando.